Verdadeiro Motivo do Racionamento de Água em Brasília
(05/01/2018)

Dia 16 de janeiro de 2018 faz um ano que começou o racionamento de água no Distrito Federal.Agência Brasil - ABr - Empresa Brasil de Comunicação - EBC

A imprensa, contratada pelo governo, têm afirmado e reafirmado que o racionamento é devido à falta de chuvas e ao excesso de consumo e que o racionamento é de um dia por semana.

O parágrafo anterior contém três mentiras: o racionamento não é por falta de chuvas, nem por excesso de consumo e nem é de um dia por semana. O racionamento é de um dia sem água em cada seis dias.

O primeiro motivo da falta de água é que os grandes reservatórios que armazenam água, Descoberto e Santa Maria, são os mesmos existentes na década de 1970, quando o DF tinha uns 800 mil habitantes. Atualmente tem quase 3 milhões.

O segundo motivo é não terem conseguido trazer água da represa de Corumbá IV, de Luziânia, construída pelo governador Joaquim Roriz em 2006. Em dez anos, os sucessivos governos incompetentes não conseguiram lançar uma tubulação na distância de uns 60 quilômetros, em terreno plano, macio e livre. Há mais de 2 mil anos os romanos fariam isso em menos de seis meses.

O terceiro motivo é que reduziram a captação de água da represa do Descoberto por causa da duplicação da rodovia BR-070, em Águas Lindas de Goiás, conforme denúncia deste vídeo.

Represa Descoberto

Segundo o autor do vídeo, as águas da chuva caiam na represa no ponto número 1 e passaram a desaguar no Rio Descoberto, no ponto 2, abaixo da represa após a duplicação da pista da BR-070.

O regime de chuvas no planalto central é bem conhecido e documentado pelos meteorologistas. São 3 ou 4 anos de chuvas intensas e 2 ou 3 anos de pouca chuva, como pode ser visto no gráfico contido no artigo deste link.

Em relação à quantidade de reservatórios, desde a década de 1970 havia a previsão de construção da represa de São Bartolomeu, bem pertinho de Brasília, mas o projeto foi abandonado por causa de interesses de ocupação da área pela especulação imobiliária. Os planos podem ser vistos num doslinks deste artigo.

Em razão disso, o governador Joaquim Roriz construiu a represa Corumbá IV, em Luziânia. Era só trazer a água para Brasília.

Segundo alguns especialistas, mesmo sem o aumento da quantidade de reservatórios, o racionamento podia ter sido evitado se os administradores tivessem feito a manutenção adequada dos reservatórios atuais, para manter a capacidade de armazenamento, grandemente reduzido pelo assoreamento contínuo que vêm ocorrendo desde sua construção, na década de 1970.

                                                Luigi B. Silvi

Ir para a Página Principal do Blog
Contato: spacelad43@gmail.com
Youtube: http://www.youtube.com/c/LuigiBSilvi
Twitter: @spacelad43