A Revolta Libertadora dos Negros do Século 21
(08/05/2018)

“Quando você escuta falar de 400 anos de escravidão… 400 anos?? Isso soa mais como uma escolha”. – Kanye West

Kanye WestAo lerem essa declaração feita pelo famoso “rapper” e estilista negro, Kanye West, no seu Twitter (@kanyewest), a mídia esquerdista norte-americana ficou chocada e furiosa com a traição do “brother”.

A mídia já estava revoltada por ele ter apoiado a jovem “Youtuber” negra Candace Owens, que publica vídeos contando como ela havia sido explorada na infância pelos esquerdistas, fazendo-a dar declarações de vitimização contra a direita conservadora.

O tweet de Kanye West que mais chocou a mídia esquerdistas foi:

Você não precisa concordar em tudo o que Trump diz ou faz, mas os arruaceiros não podem me impedir de gostar de Trump. Ele é meu irmão. Eu amo muita gente com as quais não concordo em tudo o que dizem ou fazem. Isso é o que nos torna indivíduos e nós temos o direito de ter nossos próprios pensamentos”.

É claro que Trump adorou, publicou vários tweets e fez declarações a respeito das declarações de Kanye West.

Outras figuras negras famosas já haviam se manifestado contra a vitimização dos negros, Ben Carson, Thomas Sowell, Charlie Barkley e outros, mas estes sempre se declararam contra a vitimização, não sendo portanto novidades chocantes.

Candace Owens havia declarado, entre muitas outras críticas que o partido esquerdista “Democrata” norte-americano fingia defender os interesses dos negros, mas na verdade mantinha-os sempre na pobreza para obter seus votos em todas as eleições.

Isso corroborava o que o ex-jogador de basquete, Charlie Barkley já havia dito a respeito: “os negros pobres vêm votando nos Democratas há mais de 50 anos, porém continuam pobres”.

Como resultado das declarações de Kanye West e as reações de mídia esquerdista, o apoio dos negros a Donald Trump subiu imediatamente de 11% para 23%, o que pode fazer bastante diferença nas eleições intermediárias de outubro de 2018 para a Câmara dos Deputados e o Senado.

O fato relevante de tudo isso é que muitos negros perceberam e se revoltaram por estarem sendo usados pela esquerda durante muito tempo apenas com a finalidade de obter o apoio e os votos deles.

Perceberam que a esquerda quer apenas tê-los como massa de manobra para a obtenção de seus próprios objetivos, sem importar-se de fato com o bem-estar deles.

Aqui no Brasil, alguns negros estão começando a perceber a mesma manipulação e estão se insurgindo contra isso. Fernando Holiday, negro e gay, conseguiu eleger-se vereador em São Paulo fazendo declarações contra essa exploração da vitimização.

Fenando HolidayAlém dos negros e gays, a esquerda usa a mesma manipulação para obter apoio de outras “minorias oprimidas”, tais como as mulheres, quilombolas, nordestinos, índios, muçulmanos, umbandistas, imigrantes e quaisquer outros grupos humanos que considerarem úteis à causa socialista.

                                                                Luigi Bene Silvi

Ir para a Página Principal do Blog
Contato: spacelad43@gmail.com
Youtube: http://www.youtube.com/c/LuigiBSilvi
Twitter: @spacelad43