Por Que Europeus se Empenham Tanto em “Salvar” Nossas Florestas?
(18/08/2019)

Alemanha e Noruega anunciaram a redução de suas contribuições para o “Fundo Amazônia”, por considerarem que a política ambiental do governo brasileiro estaria colocando em risco a preservação da floresta amazônica.

Por Que os Europeus_Ranking FlorestasO valor total da contribuição dos dois países, perfaz aproximadamente 1,4 bilhão de reais anuais. O “Fundo Amazônia” é gerido pelo BNDES, alimentado apenas pelos governos da Alemanha e Noruega, além do próprio Brasil.

Conforme informou o Ministro do Meio Ambiente, 40% do valor do fundo serve apenas para remunerar integrantes de umas 60 ONGs, cuja principal atividade é dedicada a fazer gestões para aumentar a demarcação de terras indígenas e criação novas de áreas de preservação ambiental.

Boa parte do restante do dinheiro do fundo, vai para o financiamento de projetos patrocinados por grupos de interesse, sem obrigatoriedade de apresentação de resultados práticos de aplicabilidade na proteção da floresta.

Como já dizia o saudoso Enéas Carneiro:

Se os europeus se importassem mesmo com as árvores, estariam plantando bilhões delas na Europa”.

Essa conversa de preservação das florestas é apenas uma forma politicamente correta de impedir que o Brasil amplie sua área agrícola.

Tanto é verdade, que a “limpinha” Noruega, não vacilou em instalar uma mineradora em Barcarena (Pará), da qual o governo norueguês é o maior acionista, destruindo áreas florestais e poluindo as águas de toda a região.

O Tal Fundo da Amazônia_Mineradora

A Alemanha também não vacilou em explorar uma mina de carvão, que está destruindo uma floresta inteira, em Ambach, no oeste do país, mesmo com veementes protestos dos ambientalistas locais.

Por Que os Europeus_Mina CarvãoMais de 70% do território europeu é composto por terras já ocupadas por agricultura, áreas urbanas e zonas de preservação ambiental. Não há margem para significativa expansão da agricultura lá, tornando seus produtos agrícolas pouco competitivos em relação ao Brasil, cuja área ocupada por agricultura é de menos de 20% do território, podendo ainda expandir-se significativamente.

A lobby dos agricultores do primeiro mundo, ajudados pela agenda globalista, atua fortemente no sentido de fazer prevalecer a tese “Fazendas Aqui, Ambientalistas Lá”, financiando ONGs para denunciarem a “destruição” de nossas florestas.

O Tal Fundo da Amazônia_MapaA ONU ainda não declarou nossas florestas como “Patrimônio da Humanidade” só porque os grupos de interesse querem explorar as riquezas minerais da região amazônica. Não fosse por isso, toda a Amazônia seria gerida por entidades internacionais, retirando do Brasil a soberania da região.

Luigi Benesilvi

 

Ir para a Página Principal do Blog
Contato: spacelad43@gmail.com
Youtube: http://www.youtube.com/c/LuigiBSilvi
Twitter: @spacelad43